Attitude 93: Slow

  • Numa altura em que testemunhamos a crescente fragilidade do mundo, cientes da inevitabilidade das nossas opções diárias terem um impacto, directo ou indirecto, no planeta, fomos levados a conceber uma edição que nos remetesse, justamente, para um tempo de abrandamento, intitulando-a de Slow.
  • Perante a necessidade de recolhimento e isolamento social ditada pela a actual crise de saúde mundial, traduzida numa repentina disrupção nas nossas vidas, resta-nos abraçar, em contrapartida, a oportunidade rara, nos dias que correm, de podermos desacelerar e parar. Por certo com uma renovada consciência, não estivéssemos a experienciar algo que nunca imagináramos, aproveitando, nesse sentido, para nos desconectarmos de rotinas frenéticas, tantas vezes insustentáveis, e nos reconectarmos connosco próprios.
  • Repensando prioridades, alterando comportamentos, desconstruindo paradigmas. E, desde logo, unidos por um maior sentido de pertença, olhando para cada um de nós como parte de uma comunidade global. Atravessando tempos difíceis, em que se torna essencial ficar em casa, é com uma vontade acrescida que nos propomos a fazer-lhe companhia através de mais uma edição da Attitude. Mantendo-o informado e entretido, mas também motivado e optimista, esperamos poder contribuir para atenuar o clima de medo e ansiedade não raramente promovido, até à saturação, por demasiados jornais e canais televisivos.
  • Privilegiando espaços intimistas, idealizados para serem desfrutados sem pressas, encontrará na secção Places (página 33) uma ampla selecção de lugares especialmente isolados e apaziguadores, dispersos por variadas geografias, desde logo, por Marrocos, a nossa mais recente viagem.
  • No capítulo da Arquitectura, conversámos com Fernando Caruncho, respeitado mestre espanhol na arte do paisagismo (página 98); e conhecemos melhor o trabalho profundamente sensorial, evidenciando a pureza dos materiais, levado a cabo pelo estúdio MORQ (aqui na imagem).
  • No habitual convite que lhe fazemos a explorar ambientes privados, partilhando as histórias de quem os vive e projecta (página 131), vai descobrir interiores serenos que se fundem com a Natureza em redor, fazendo-nos evadir, por momentos, do bulício exterior.
    Particularmente incansáveis na preparação deste número, atendendo às dificuldades, agradecemos a todos os nossos parceiros, da gráfica às distribuidoras, passando pelos pontos de venda, sem esquecer os anunciantes que se mantiveram connosco, contribuindo para que prosseguíssemos um gratificante trabalho de equipa, num esforço colectivo com vista a combater uma crise que haveremos de vencer.
close

Subscreva a nossa Newsletter, para estar a par de todas as novidades da nossa edição impressa e digital.