Elegância simétrica

Barcelona, Espanha
09 / 01 / 2018
Um projecto do estúdio de arquitectura Raúl Sánchez.
Fotografia: Jose Hevia  
Quando Diana Tibbaut visitou o espaço pela primeira vez, um lugar abandonado e desgastado, foram umas pinturas na parede que chamaram a sua atenção. “Foi engraçado porque ela mora na Bélgica mas nasceu no Brasil, numa pequena cidade cujo nome estava escrito num dos murais. Esta coincidência fê-la sentir que este seria o lugar certo para viver”. Uma descoberta emocional que, para o arquitecto espanhol Raúl Sánchez, responsável pelo projecto, foi suficiente para convencer a cliente a restaurar estes dois apartamentos, situados no coração do Bairro Raval, em Barcelona, e transformá-los num moderno duplex.

A articulação do projecto teve como de ponto de partida dois quadrados perfeitamente simétricos, de 2x2 metros, revestidos em tons de dourado, com uma rotação de 45º. Num deles, as escadas, no outro, um quarto, um escritório e uma casa de banho. Duas estruturas centrais que contribuem para a organização do recente duplex, reduzindo ao máximo o número de portas desnecessárias.

O arquitecto espanhol garante que o principal objectivo sempre foi “criar um bom design, e fazê-lo da maneira mais correcta possível”, algo que foi facilitado através “da disposição da mobília e da correspondência dos espaços, que se impôs graças ao poder dos dois grandes volumes simétricos”. Hoje, este duplex assume-se como um espaço irreverente e contemporâneo, marcado pelo contraste entre tons claros e escuros, equilibrados subtilmente pelo dourado.