Os Universalistas

20 / 04 / 2018
De 13 de Abril a 19 de Agosto
Título: Os Universalistas - 50 anos de arquitectura portuguesa
Local: Casa da Arquitectura, Matosinhos
 
Foi em 2016 que “Os Universalistas” se deram a conhecer ao público pela primeira vez, no Palais de Chaillot, em Paris. Uma exibição promovida pela delegação francesa da Fundação Calouste Gulbenkian, em parceria com a Cité de l’Architecture et du Patrimoine, que assinalava os 50 anos da fundação na capital francesa.

Dois anos depois, é a vez da Casa da Arquitectura trazer pela primeira vez a Portugal este retrato dos últimos 50 anos da arquitectura portuguesa, através de 50 projectos ímpares e representativos, que percorrem cinco fases cruciais da história de Portugal - o nacionalismo, o colonialismo, a revolução, o europeanismo e a globalização.

De 13 de Abril a 19 de Agosto, a exposição multimédia propõe uma viagem profunda ao universalismo português, “um universalismo particular e latente no modo como os melhores arquitectos portugueses vêm criando as suas obras, de geração em geração, partindo de um equilíbrio constante entre a herança universal da História da Arquitetura e as especificidades geográficas e culturais dos lugares onde as edificam”, explica o curador Nuno Grande. Uma arquitectura incapaz de se dissociar do contexto político, social e cultural do próprio país, mas também de referências como Fernando Távora, Pancho Guedes, Nuno Portas, Álvaro Siza, Alcino Soutinho, Eduardo Souto de Moura e Manuel Graça Dias, bem presentes nesta exibição.

Maquetes, desenhos técnicos, esboços de arquitectos e caricaturas preenchem as paredes da Nave Expositiva da Casa de Arquitectura durante os próximos meses, através de uma abordagem construtiva, que “permite-nos ler muito para além da própria arquitectura, permite-nos ler Portugal.”