Floresta Branca em Monsanto

14 / 08 / 2019
Para mais informações, visite o site do atelier Bruno Câmara Architects.  
Aqui, respira-se a plenos pulmões. A comunhão com o céu e a vegetação a perder de vista é total. É em pleno Parque Natural de Monsanto, que surge este novo restaurante, encomendado pela empresa CVZ Construções ao gabinete de arquitectura de Bruno Câmara.

“Um avanço importante no sentido da requalificação de várias áreas do parque florestal, almejada pelo município” explica o estúdio, justificando a existência de percursos pedonais e espaços lúdicos nas zonas contíguas. Promovendo o conceito de “floresta branca”, através de uma arquitectura contemporânea e minimalista, o arquitecto optou por desenvolver percursos pedonais pintados a branco e limitados por cerca de 3500 troncos de madeira, formando áreas exteriores destinadas a diferentes funções.

O restaurante central permanece, contudo, o principal atrativo do espaço que, através de materiais sustentáveis e auto-portantes como a madeira, o vidro e o ferro, abraça harmoniosamente a natureza circundante, conferindo-lhe “inovação, praticidade e elegância”.